Jetspeed 2 Logo
  Welcome     Tour     Archive     Creators     Documents     Search     Help  
Login Portlet
minimized maximized
Username
Password
Locale Selector
minimized maximized
Language:
Search
help minimized maximized
Content Search:
  
Introduction
help minimized maximized
CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO DA TERRA
DE SANTA MARIA
Ver Documentos

O Centro de Documentação da Terra de Santa Maria surge por iniciativa da Comissão de Vigilância do Castelo de Santa Maria da Feira e insere-se num projecto mais vasto. Esse projecto, financiado pela CCDRN - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte / ON - Programa Operacional da Região do Norte - Medida 3.9 Cultura, pelo IPPAR - Instituto Português do Património Arquitectónico e pela própria Comissão de Vigilância do Castelo de Santa Maria da Feira, desenvolveu-se numa tríplice dimensão: a da intervenção arquitectónica no Castelo, a do estudo arqueológico das zonas intervencionadas e a da recuperação, preservação e divulgação da memória sobre o espaço histórico da Terra de Santa Maria.
O Centro de Documentação da Terra de Santa Maria assumiu como objectivo central o de reunir um conjunto alargado de documentação, produzida por um número significativo de instituições públicas e particulares, dispersa por múltiplas entidades tutelares, obrigando a frequentes deslocações para o acesso, o estudo, a investigação e a plena fruição desses bens culturais.

Numa era que se assume como sendo da informação e da globalização o que se pretende é facultar o acesso a uma vasta informação histórica através de um meio privilegiado, um sítio web, que em simultâneo agrega informação sobre um espaço que desde o período medieval se apresenta com uma identidade territorial e administrativa – a Terra de Santa Maria – e a disponibiliza em ordem ao desenvolvimento de projectos de investigação e ao estudo das dinâmicas históricas.

O Centro de Documentação erigiu como objectivos:

  • Localizar e identificar a documentação histórica relacionada com a Terra de Santa Maria, produzida ao longo dos séculos, fruto de dinâmicas locais e nacionais;
  • Recuperar e preservar um acervo documental, neste momento disperso e dificilmente identificável;
  • Tratar arquivisticamente a documentação através da descrição normalizada dos documentos seleccionados, segundo normas aceites internacionalmente, ISAD (G) - International Standard Archival Description (General), e ISAAR (CPF) - International Standard of Archival Authority Record for Corporate Bodies, Persons and Families, aplicado ao nível da peça/documento, contextualizando a sua produção;
  • Disponibilizar as descrições arquivísticas e imagens obtidas através de digitalização a utilizadores locais e na Internet;
  • Responder a solicitações de investigadores locais e universitários de forma a incentivar a realização de estudos históricos sobre a Terra de Santa Maria;
  • Potenciar toda uma dinâmica cultural em redor do castelo, símbolo desta região, através de acções paralelas de extensão cultural, educativa, científica e social.

Para atingir esses objectivos foram implementadas uma série de tarefas:

  1. Selecção documental. O Centro de Documentação centrou-se, numa 1ยช fase, a que se encontra concluída, na documentação identificada pelo Prof. Dr. José Mattoso, Luís Krus e Amélia Andrade, na obra A Terra de Santa Maria no século XIII (Santa Maria da Feira: Comissão de Vigilância do castelo de Santa Maria da Feira, 1993), bem como naquela transcrita pelos mesmos autores n' O Castelo e a feira. A Terra de Santa Maria nos séculos XI a XIII (Lisboa: Editorial Estampa, 1989).
  2. Estabelecimento de protocolos de cooperação com todas as instituições detentoras da documentação seleccionada, em particular o Instituto dos Arquivos Nacionais/ Torre do Tombo, o Arquivo Distrital do Porto, o Arquivo Municipal do Porto; o Arquivo da Universidade de Coimbra e o Arquivo Distrital de Braga, que permitiram a reprodução dos documentos.
  3. Reprodução documental em microfilme e suporte digital
  4. Transcrição paleográfica, não envolvendo tradução para Português de documentos originalmente escritos em Latim.
  5. Tratamento técnico documental através de descrições arquivísticas de acordo com as ISAD(G) e ISAAR(CPF), procedendo à classificação e indexação dos documentos.
  6. Desenvolvimento de uma ferramenta de indexação em XML.
  7. Controlo intelectual, composto por dois itens:
    1. Indexação
    2. Criação de meta-informação
  8. Desenvolvimento de uma base de dados multimédia, utilizando o protótipo Metamédia (INESC Porto) para armazenamento, organização e gestão de objectos digitais.
  9. Carregamento do repositório de imagens e associação das imagens às descrições arquivísticas.

Para a prossecução destes objectivos foi criada uma equipa multidisciplinar, que pode ser consultada na janela ao lado.

A primeira fase do projecto que através desta página web se disponibiliza faculta o acesso a 117 documentos relativos aos séculos XII e XIII e constitui apenas o primeiro passo para a reunião de um mais vasto acervo documental e de um percurso de que se contam já programadas as próximas iniciativas:

  • A inclusão de toda a documentação medieval até agora publicada
  • A pesquisa de documentação inédita em arquivos nacionais e estrangeiros relativa ao período medieval e moderno
  • A associação de outros materiais (fotografia, vídeo, registo arqueológico, cartografia, ...) sobre a Castelo e a Terra de Santa Maria.

O Centro de Documentação procura, como de resto todo o projecto de intervenção em curso em torno do castelo, reconstruir a memória histórica de um espaço com reconhecida identidade sócio-política, procurando preservar e permitir a fruição, por vastas camadas de cidadãos, de um valioso e vasto património histórico, seja ele construído, iconográfico ou documental.
Highlights
help minimized maximized
Portlet is Not Available: Metamedia::HighlightsPortlet
Reason: null
Equipa
help maximized restore